fbpx

Cardiologia

A cardiologia é uma especialidade médica de fundamental importância para o manejo e corretos diagnósticos e tratamentos de doenças e complicações cardiovasculares.

De acordo com a 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), no Brasil, 32,5% da população (cerca de 36 milhões de indivíduos adultos) são hipertensos.

A hipertensão, por sua vez, é uma condição que se não controlada adequadamente pode desencadear complicações mais graves e de tratamentos mais complexos.

Cabe, portanto, ao cardiologista, fornecer diagnóstico, tratamento e acompanhamento não apenas aos pacientes hipertensos, a fim de que a doença permaneça controlada, mas também de qualquer condição envolvendo o coração, bem como doenças vasculares.

Saiba mais sobre a especialidade e suas linhas de atuação:

O que é cardiologia?

A cardiologia é uma especialidade médica e um ramo da medicina interna que se preocupa com as doenças do coração. 

Desse modo, um médico cardiologista é o profissional apto a realizar o diagnóstico e tratamento de doenças como defeitos cardíacos congênitos, doença arterial coronariana, eletrofisiologia, insuficiência cardíaca e doença cardíaca valvar. 

As subespecialidades do campo da cardiologia incluem eletrofisiologia cardíaca, ecocardiografia, cardiologia pediátrica, ergometria e reabilitação, cardiologia intervencionista, cardiologia nuclear, dentre outros.

Sistema cardiovascular

O funcionamento básico do sistema cardiovascular inclui a maneira como o coração processa o oxigênio e os nutrientes do sangue, o que é chamado de circulação coronariana. 

O sistema de circulação, portanto, é composto por artérias coronárias e veias coronárias.

Existem várias doenças do sistema cardiovascular que são tratadas e estudadas no campo da cardiologia. Entre eles está a síndrome coronariana aguda, que abrange uma ampla gama de sintomas de infarto do miocárdio. 

Angina pectoris, aterosclerose, doença cardíaca coronária e reestenose são outras doenças comuns. 

Além disso, há categorias mais amplas de distúrbios no campo da cardiologia, como parada cardíaca; distúrbios do miocárdio ou do músculo cardíaco, que incluem variedades de cardiomiopatia; distúrbios do pericárdio ou do revestimento externo do coração, que incluem tipos de pericardite; distúrbios das válvulas cardíacas, incluindo a válvula aórtica, a válvula mitral, a válvula pulmonar e a válvula tricúspide; defeitos cardíacos congênitos, que variam de defeito do septo atrial a defeito do septo ventricular; doenças dos vasos sanguíneos ou doenças vasculares, que incluem aneurisma, trombose venosa profunda , veias varicosas, vasculite e doenças de outros vasos sanguíneos.

Para tratar essas condições, a cardiologia dispõe de diferentes recursos e dispositivos, incluindo alguns tipos de balões e desfibriladores, marca-passo, stent, dentre outros.

Quando procurar um cardiologista?

Quando um paciente apresenta sintomas de doença cardíaca, um clínico geral, por exemplo, pode encaminhá-la a um cardiologista, ou então o próprio paciente pode recorrer diretamente ao especialista.

Normalmente os sintomas que podem indicar um problema cardíaco incluem falta de ar, tontura, dores no peito, mudanças na frequência cardíaca, pressão alta, dores na nuca e na parte posterior da cabeça.

Para identificar possíveis complicações, o cardiologista poderá realizar exames como radiografia de tórax, eletrocardiograma e ecocardiograma, que é um ultrassom que mostra imagens do coração e o seu funcionamento.

O cardiologista, poderá, portanto, tratar pacientes que tiveram ataque cardíaco, insuficiência cardíaca ou outros problemas relacionados. 

Desse modo, caberá a este profissional prescrever tratamentos cirúrgicos, cateterismo (que é um exame) e angioplastia (normalmente o tratamento realizado após o cateterismo) e implante de stent.

As doenças cardíacas nas quais um cardiologista pode ajudar incluem:

    • Aterosclerose
    • Fibrilação atrial
    • Arritmias
    • Doença cardíaca congênita
    • Doença coronariana
    • Doença cardíaca congestiva
    • Colesterol alto e triglicerídeos
    • Hipertensão
    • Pericardite
    • Taquicardia ventricular
    • Pressão alta ou hipertensão.

 

Vale ressaltar, ainda, que um paciente pode precisar consultar um cardiologista mesmo sem sintomas, especialmente se tiver histórico familiar de doença cardíaca ou colesterol alto.

Se for ou tiver sido fumante ou se tiver diabetes, o acompanhamento cardiológico é ainda mais importante.

Além disso, mulheres que tiveram pré-eclâmpsia podem ter maior risco de ter problemas cardíacos em uma gravidez posterior ou durante a menopausa. Essas pacientes também devem se consultar periodicamente com cardiologistas.

Procedimentos cardiológicos feitos no Hospital Certa

Um correto e adequado tratamento começa com um correto diagnóstico e, para isso, o Hospital Certa dispõe de diferentes procedimentos específicos.

Alguns deles incluem:

Cateterismo cardíaco

O cateterismo cardíaco é um procedimento usado para diagnosticar certas condições cardiovasculares. 

Durante o procedimento, um tubo longo e fino denominado cateter é inserido em uma artéria ou veia na virilha, pescoço ou braço e enviado através dos vasos sanguíneos até o coração.

Alguns tratamentos de doenças cardíacas, como angioplastia coronária e implante de stent coronário, também são feitos por meio do cateterismo cardíaco.

Normalmente o paciente fica acordado durante o cateterismo cardíaco, mas recebe medicação para ajudá-lo a relaxar. 

Já o tempo de recuperação de um cateterismo cardíaco é rápido e o risco de complicações é baixo.

Cinecoronariografia

A cinecoronariografia (também conhecida como angiografia coronária ou estudo hemodinâmico) é um procedimento que usa imagens de raios-X para avaliar os vasos sanguíneos do coração. 

O exame geralmente é feito para ver se há uma restrição no fluxo sanguíneo que vai para o coração.

Este tipo de exame faz parte de um grupo geral de procedimentos, que é o cateterismo.

Durante uma cinecoronariografia, um tipo de corante que é visível por uma máquina de raios-X (contraste) é injetado nos vasos sanguíneos do coração. 

A máquina de raios-X tira rapidamente uma série de imagens, oferecendo uma visão de seus vasos sanguíneos. 

O médico poderá solicitar este exame diante de alguns sintomas, tais como:

    • Sintomas de doença arterial coronariana, como dor no peito (angina);
    • Dor no peito, mandíbula, pescoço ou braço que não pode ser explicada por outros exames;
    • Dor no peito nova ou crescente (angina instável);
    • Problema cardíaco congênito;
    • Resultados anormais em um exame de estresse cardíaco;
    • Outros problemas de vasos sanguíneos ou uma lesão no peito;
    • Problemas nas válvulas cardíacas.