fbpx

Ortopedia

Ortopedia é a especialidade médica que se concentra em lesões e doenças do sistema músculo-esquelético do corpo humano. 

Esse é um sistema complexo, que inclui ossos, articulações, ligamentos, tendões, músculos e nervos, permite que você se mova, trabalhe e seja ativo.

De fato, a medicina é uma profissão que contempla muitas áreas. Isso porque o corpo humano possui diferentes partes e necessidades e, consequentemente, cada uma delas requer um aprofundamento maior, para que profissionais sejam capazes de lidar mais adequadamente com os quadros que chegam ao consultório.

A ortopedia é, portanto, uma especialidade que abrange os ossos e que pode vir a ser necessária em diversas ocasiões.

Saiba mais a respeito:

 

Ortopedia e traumatologia: São a mesma coisa?

Ortopedia e traumatologia são apenas uma especialidade, no entanto, possuem definições diferentes.

A traumatologia é uma especialidade médica que se ocupa do estudo das lesões do aparelho locomotor, bem como da sua prevenção, tratamento, reabilitação e investigação de patologias de origem congénita ou adquirida ao longo da nossa vida.

Além de disfunções ósseas, todas as lesões que afetam os ligamentos, articulações, músculos e tendões.

Entre as lesões mais comumente tratadas pela traumatologia são entorses, luxações, fraturas e feridas que afetam a cabeça (craniana).

Já a ortopedia contempla o diagnóstico, prevenção e tratamento, médico e cirúrgico, das condições acometidas no sistema músculo-esquelético, que inclui músculos, articulações, ligamentos, tendões, cartilagens e ossos.

Esses profissionais tratam de dois tipos de lesões: lesões agudas de aparência imediata e problemas crônicos que precisam de tratamento cirúrgico, é aí que entra a cirurgia ortopédica.

Quando procurar ortopedista

Desse modo, pessoas com problemas ósseos, nas articulações e nas cartilagens, como dor no joelho, juntas doloridas, dentre tantas outras condições, devem procurar o ortopedista para averiguar os casos.

Após os exames (como raio-x e tomografias, por exemplo), o profissional irá conduzir o melhor tratamento.

Desse modo, se estiver sentindo dores nos músculos, articulações ou ossos, ou se tiver com problemas nas articulações, você pode estar se perguntando se deve consultar um médico. 

Recomenda-se que você procure um médico ortopedista de tiver algum dos sintomas a seguir:

  • Dor, rigidez ou desconforto que estão dificultando a realização de atividades cotidianas
  • Dor crônica (dor que dura mais de 12 semanas)
  • Diminuições na sua amplitude de movimento
  • Sente-se instável ao caminhar ou ficar em pé
  • Lesão de tecido mole (sobretudo no músculo) e não melhora após 48 horas
  • Dor muscular, articular ou óssea que começou após uma lesão ou acidente
  • Tendão rasgado ou rompido
  • Dor no quadril ou joelho que progridem
  • Dor no quadril ou joelho que pioram durante as atividades de levantamento de peso
  • Artrite no quadril, joelho ou cotovelo
  • Diagnóstico de osteoartrite
  • Dor no pescoço ou nas costas
  • Irradiação de dor no braço ou perna (“nervo comprimido”).

 

Áreas contempladas pela ortopedia

Um ortopedista pode se especializar em um determinado ramo da medicina ortopédica. Esses ramos são chamados de subespecialidades.

Algumas subespecialidades ortopédicas incluem:

  • Mão e extremidade superior
  • Pé e tornozelo
  • Oncologia musculoesquelética (tumor)
  • Ortopedia pediátrica
  • Medicina esportiva
  • Cirurgia na coluna
  • Cirurgia de trauma
  • Cirurgia de substituição da articulação

Abordagens ortopédicas

Os cirurgiões ortopédicos realizam vários tipos de cirurgias. Os procedimentos comuns incluem:

  • Artroscopia – procedimento que usa câmeras e equipamentos especiais para visualizar, diagnosticar e tratar problemas dentro de uma articulação.
  • Fusão – um processo de “soldagem” pelo qual os ossos são fundidos com enxertos ósseos e dispositivos internos (como hastes de metal) para curar em um único osso sólido.
  • Fixação interna – um método para segurar os pedaços de osso quebrados na posição adequada com placas de metal, pinos ou parafusos enquanto o osso está cicatrizando.
  • Substituição da articulação (parcial, total e revisão) – quando uma articulação artrítica ou danificada é removida e substituída por uma articulação artificial chamada prótese.
  • Osteotomia – relacionado à correção da deformidade óssea cortando e reposicionando o osso.
  • Reparação de tecidos moles – diz respeito à reparação de tecidos moles, como tendões ou ligamentos rompidos.

Além dessas abordagens apresentadas, os cirurgiões ortopédicos tratam muitas condições musculoesqueléticas sem cirurgia – usando medicamentos, exercícios e outras terapias de reabilitação ou opções alternativas.

Para a maioria das doenças e lesões ortopédicas, existe mais de uma forma de tratamento. 

Se necessário, o cirurgião ortopédico poderá recomendar uma cirurgia, se você não responder aos tratamentos não cirúrgicos.

O que esperar durante uma consulta? 

Na primeira consulta, o ortopedista trabalhará para diagnosticar o quadro da pessoa. Isso normalmente inclui a realização de um exame físico e raios-X.

Em alguns casos, testes adicionais serão necessários para confirmar o diagnóstico.

Desse modo, para ajudar a diagnosticar a condição de uma pessoa, o ortopedista irá:

  • Perguntar sobre os sintomas da pessoa
  • Rever o prontuário médico da pessoa para obter mais informações sobre seu histórico médico e saúde geral
  • Realizar um exame físico
  • Rever todas as radiografias realizadas antes da consulta
  • O ortopedista também pode solicitar testes diagnósticos adicionais, tais como:
    • Ressonância magnética
    • Tomografia computadorizada
    • Cintilografia óssea
    • Ultrassom
    • Estudos de condução nervosa
    • Exames de sangue
    • Procedimentos no consultório.

Os raios X são a técnica de diagnóstico por imagem mais comum e amplamente disponível. 

Um ortopedista geralmente realiza radiografias em consultório, permitindo-lhe diagnosticar certas condições durante a consulta de uma pessoa.

Algumas lesões agudas, como fraturas e luxações, exigirão que o ortopedista manipule (reconfigure) o osso ou articulação e os imobilize usando uma tala, gesso ou cinta.

Opções de tratamento

Se o ortopedista não puder oferecer tratamento em consultório para uma condição específica, ele discutirá as várias opções de tratamento disponíveis para a doença.

Para distúrbios musculoesqueléticos crônicos, como dor nas costas ou artrite, o ortopedista pode recomendar um ou mais dos seguintes tratamentos:

  • Medicamentos anti-inflamatórios de venda livre
  • Reabilitação e fisioterapia
  • Programas de exercícios em casa
  • Injeções
  • Acupuntura
  • Auxiliares de mobilidade
  • Cirurgia, embora este seja um último recurso

 

Se eu tiver uma lesão, o que devo fazer?

É importante ter acesso a médicos qualificados quando se trata de uma enfermidade dessas características, por isso no Hospital Certa contamos com uma equipe profissional de médicos e cirurgiões especialistas em ortopedia e traumatologia para oferecer um serviço de qualidade no tratamento de cotovelos, ombros, joelhos, tornozelo e pé, mão e pulso.

Além disso, entre os nossos principais objetivos está a utilização de técnicas cirúrgicas minimamente invasivas, concebidas para recuperar a função articular o mais rapidamente possível, além de toda a equipe altamente preparada!

 

Fontes:

https://www.absurgery.org/default.jsp?publiccertprocess

https://aaos-annualmeeting-presskit.org/2018/research-news/sloan_tjr/

https://www.hopkinsmedicine.org/health/conditions-and-diseases/common-orthopedic-disorders