Home 9 Especialidades 9 Cirurgia Vascular

Cirurgia Vascular

A cirurgia tradicional para tratamento da insuficiência da safena consiste na remoção da veia, promovendo traumatismo de estruturas vizinhas às veias e determinando dor e hematomas no pós-operatório. Leia mais em Cirurgia Tradicional

Para diminuir o trauma cirúrgico, foram desenvolvidas no final dos anos 90, duas modalidades de tratamento onde não se removem as veias safenas, mas é feita uma cauterização destas veias, o que diminui a agressão cirúrgica e consequentemente reduz a dor no pós-operatório e o tempo de recuperação. O tratamento das safenas com laser ou radiofrequência é chamado de ablação térmica e é considerado um tratamento minimamente invasivo, sendo hoje recomendado como primeira opção de tratamento por renomadas sociedades médicas dos Estados Unidos (American Venous Forum) e Reino Unido (National Institute for Health and Care Excellence).

Como vantagem em relação ao método convencional, a Termo ablação com laser ou radiofrequência, é muito menos dolorosa e possibilitam um pós-operatório mais confortável que a cirurgia convencional.

Os sistemas venosos, arterial e linfático são responsáveis por toda a circulação sanguínea do corpo e dos demais fluídos que nutrem as nossas células e órgãos. Quando ocorre algum problema nesses sistemas surgem as doenças vasculares e elas podem ter diversas causas. Desequilíbrios podem levar à formação de trombos (coágulos), bactérias podem causar infecções, varizes podem inflamar, sangrar e provocar feridas. O aparecimento dessas doenças está relacionado com a genética e o histórico familiar, hábitos de vida nocivos e doenças adquiridas (obesidade, diabetes, hipertensão e outras). Fumantes e aqueles que não mantêm uma rotina saudável de alimentação e exercícios regulares são considerados grupos de risco para Doença Vascular .

Alguns dos fatores de risco incluem:

-Idade acima de 50 anos;

-Tabagismo;

-Diabetes;

-História familiar de doença vascular ou cardíaca;

-Pressão alta (também chamada de hipertensão); -Altos níveis de colesterol ou triglicerídeos no sangue;

-Falta de exercício ou atividade física;

-Obesidade (sobrepeso);

-Anticoncepcional

Agende uma consulta

A consulta com o especialista é fundamental.